fbpx

Clonagem de celulares e smartphones roubados

A clonagem de celulares e smartphones roubados aumentou muito, principalmente pelo fato de milhares de pessoas passarem pela frustração e pelo constrangimento de ter seus celulares furtados em ruas movimentadas de todas as cidades do Brasil ou por serem assaltadas a mão armada.

Um exemplo disso é a grande São Paulo onde criminosos circulam por perto de suas vítimas sem que percebam até o ato do roubo acontecer.

Quando o roubo aconteceu, as vítimas sentem que não há mais o celular no bolso e aí vem aquelas perguntas que incomodam: “O que será que vai acontecer agora com meus dados e meus arquivos que estavam salvos no meu celular?” “Será que terá/terão pessoas se passando por mim?” “Será que se eu só bloquear o celular o problema se resolve?” Pois bem, neste artigo será ser trabalhado em cima destas perguntas.

Respondendo logo essas perguntas, há uma péssima notícia para dizer: Os dados das vítimas furtadas são roubados e clonados, os criminosos podem sim se passar pelas vítimas e estas receberem, por exemplo, contas com valores altíssimos por conta de ligações que nem mesmo foram elas que fizeram e antes de ligar para a operadora para tentar bloquear o aparelho e tentar resolver o segundo problema referente as ligações falsas, os criminosos já desbloquearam, roubaram os dados sigilosos da vítima como senhas de redes sociais, senhas de contas bancárias, fotos com familiares e etc.

Tudo isso que os criminosos fazem acontecem de maneira muito rápida e simples a partir do desbloqueio do aparelho.

Com isso, você deve estar com aquela dúvida: “Como os criminosos desbloqueiam o aparelho e capturam todos esses dados?”. Bom, o criminosos se tiverem um conhecimento básico de tecnologia podem fazer o desbloqueio da senha através da tela de opções de boot do celular com senha ou irá pesquisar por softwares que são feitos propriamente para esses fins. Porém, cada celular tem uma determinada maneira para entrar na tela de boot e essas maneiras, assim como os softwares de desbloqueios, podem ser facilmente encontrados na internet.

Aqui serão listado , respectivamente, um exemplo de como entrar na tela de boot de um Samsung Galaxy e dois tipos de softwares que servem para fazer desbloqueio, lembrando que o processo para outros aparelhos de outras marcas, é semelhante devido o sistema operacional Android.

Boot Dispositivos Samsung Galaxy

  • Desligue o dispositivo Android.
  • Pressione o botão Liga/Desliga para iniciar o dispositivo.
  • Durante a inicialização, mantenha pressionado o botão Menu até o dispositivo iniciar em Modo de Segurança.
  • Se isso não funcionar, mantenha apertados os botões Power+Menu+Home até o dispositivo iniciar em Modo de Segurança.
  • Em Modo de Segurança, o Android não carrega aplicativos de terceiros e você pode desinstalar o aplicativo que estiver causando problemas. Para desinstalar um aplicativo, vá para Configurações > Aplicativos > Gerenciar aplicativos.
  • Para reiniciar o dispositivo em Modo Normal, desligue e religue o dispositivo. Software para esses fins: SuperOneClick e Android Lock Screen Removal

Após o processo de desbloqueio, o criminoso faz o backup de todos os dados ali contidos no celular da vítima para utilizá-los contra ela posteriormente em ataques envolvendo engenharia social, ataques de phishing envolvendo links falsos os quais são enviados para e-mail da vítima ou de parentes próximos a ela, e sem contar que os mesmos podem extrair dados bancários como dito anteriormente, com a finalidade de fazer compras no nome da vítima.

Depois desse processo de captura, o criminoso altera o IMEI do celular da vítima sem a permissão de root no aparelho e vende o aparelho para outra pessoa por um preço baixíssimo.

Esse processo pode parecer complexo mas como dito anteriormente, ocorre muito rápido. Em questão de minutos o celular já está ali sendo vendido e pronto para ser utilizado por aquele que comprar do criminoso.

Protegendo seu celular de criminosos

Para precaver-se deste tipo de ataque, o mais correto a fazer é tomar prudência em não expor celular na rua e estar sempre atento a suspeitos ao seu redor, fazer backup de seus arquivos e o mais importante utilizar a criptografia do Android que pode ser encontrada nas configurações do dispositivo. Assim os criminosos terão mais dificuldades em acessar seus arquivos.

Mesmo após o roubo, faça o boletim de ocorrência e avise amigos e familiares, para que o criminoso não se passe por você.




Menu